15 de ago de 2013

A Fé Presente na Vocação

Dentro deste mês de agosto onde a Igreja medita a temática da Vocação nos diversos ministérios faz-se necessário refletir como a Fé está presente na Vocação.

Por Vocação entendemos chamado, convocação. No caso da Igreja entendemos como sendo o chamado que Deus faz a cada batizado a exercer um serviço seja através do Sacerdócio, da Vida Consagrada ou como Leigos e Leigas que atuam na Igreja e a testemunham no mundo que vivemos.

Para que haja o entendimento correto da Vocação é necessário que cada pessoa tenha presente a Fé. No dito popular se diz que “A Fé sem obras é vazia”. Podemos ter esta percepção no que diz respeito à Vocação, ou seja, que a “Vocação sem a presença da Fé é vazia”.

O Papa emérito Bento XVI convocou o Ano da Fé afim de que cada cristão possa avaliar o seu papel dentro da Igreja. O Papa Emérito, com a proposta do Ano da Fé, quer nos provocar afim de avaliarmos como está a nossa vocação, ou seja, como cada qual está reconhecendo o chamado que Deus lhe faz dentro do ministério que exerce na Igreja.

Na recente visita que fez ao Brasil o Papa Francisco salientou por várias vezes que é necessário ter a força da Fé para se cumprir a missão que Deus pede a Igreja.  Na encíclica Luz da Fé o papa afirma que o “homem precisa de conhecimento, precisa de verdade, porque sem ela não se mantém de pé, não caminha. Sem verdade, a fé não salva, não torna seguros os nossos passos” (Lumen Fidei 24).

Mediante o que foi dito podemos compreender que sem a Fé autentica não é possível compreender a nossa Vocação. É através da Fé que conseguiremos escutar o chamado que Deus faz a cada um. Tendo esta certeza é possível que sejamos fiéis discípulos e missionários de Cristo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário